OASRN



 

Concerto com música de Fernando Lopes-Graça
Margarida Reis, mezzo-soprano
Jaime Mota, piano

8 de Dezembro | concerto



Casa da Música, Sala 2 | 8 de Dezembro | 21h

"Se fosse possível, Lopes-Graça gostaria de poder colaborar neste concerto.
Eram muito amigos, o Arménio e a Ilse recebiam-no na sua casa sempre que vinha ao Porto e ouvíamos música na minha casa.
Eram uns encontros para a paixão e para a descoberta. O Óscar Lopes, a Maria Helena, o Eugénio, a Marta, o Jorge Peixinho e a Maria Clotilde também estavam presentes. Em silêncio, a união era a música, sempre a música. Depois, com uma chávena de chá, havia uma calorosa troca de palavras e outras coisas mais. Tudo isto ainda permanece."
Manuel Dias da Fonseca, 11 de Novembro de 2008

Programa (música de Fernando Lopes-Graça)

1ª Parte
4 Líricas Castelhanas (segundo Gil Vicente)
Cual es la niña
En la huerta nace la rosa
Mal ferida v ala garça
Por las riberas del rio
Canção molhada (Teixeira de Pascoaes)
O menino da sua mãe (Fernando Pessoa)
Sonata nº 2 para piano
Allegro Giusto
Andante
Allegro non tanto

2ª parte
Trovas (textos poético populares)
Oh, que calma vai caindo
Ó fonte, quem te chegara
Quem embarca, quem embarca?
Ó terra que tudo crias
O meu amado menino
Fui à praça comprar graça
Ó triste sombra, acompanha-me
Todos me levam à cara
Lisboa, com ser Lisboa
O céu se cobriu de luto
Pena triste, pena triste
És falsa, três vezes falsa

Jaime Mota
Concluiu muito jovem os Cursos Superiores de Piano e de Composição no Conservatório de Música do Porto. Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian estudou em Lisboa com Sequeira Costa e Tania Achot. Tem dedicado particular atenção à música de câmara com piano. Neste domínio, como bolseiro da Secretaria de Estado da Cultura, estudou na Hochschule Mozarteum de Salzburg com Paul Schillawsky e Erika Frieser. Tem participado em concertos e gravações com artistas nacionais e estrangeiros em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Holanda, Áustria, Grécia, Alemanha, Bélgica e Brasil.
É autor e co-autor de diversos projectos de divulgação de obras de compositores portugueses, tais como, "Perspectiva da obra para canto e piano de compositores do Porto do século XX", "Poemas para Canto e Piano" e "Breve olhar musical sobre a poesia de Florbela Espanca". Estes projectos, patrocinados por entidades oficiais, incluem primeiras apresentações públicas e gravações em CD.
Colaborou com o Estúdio de Ópera e com a Direcção de Educação e Investigação da Casa da Música na preparação e apresentação pública de diversos projectos.
É professor da Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto. Lecciona Música de Câmara na Universidade de Aveiro.

Margarida Reis Margarida Reis, finalizou em 1999 a Licenciatura em Canto na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, na classe da Professora Fernanda Correia.
No domínio da Oratória destacam-se as suas participações no Requiem e na Missa da Coroação de Mozart, na Missa das Catedrais de Gounod, no Gloria e Stabat Mater de Vivaldi, no Requiem op. 60 de Rheinberger, no Stabat Mater de Pergolesi, na 9ª Sinfonia de Beethoven, no Requiem de Duruflé, no Te Deum de Bruckner e no Requiem de Verdi.
No campo operático, interpretou Frau Pitchum da Die Dreigroschenoper de Kurt Weill, Miss Baggott de The Little Sweep de Britten, Suor Angélica da ópera com o mesmo nome de Puccini e Dorabella da ópera Così Fan Tutte de Mozart.. Em co-produção do Círculo Portuense de Ópera, do Coliseu do Porto e da Orquestra Nacional do Porto, interpretou ainda Meg Paige de Falstaff de Verdi e Marcellina de Le Nozze di Fígaro de Mozart sob a direcção do Maestro Marc Tardue. Cantou ainda o papel da Mãe na Ópera Der Jasager de Kurt Weill no Festival Obra Aberta promovido pela Casa da Música.
Interpretou La Mére d' Iseut de Le Vin Herbé de Franck Martin, no Teatro Aberto sob a direcção do Maestro João Paulo Santos e Flora de La Traviata.de Verdi, com a Orquestra do Norte sob a direcção do Maestro Ferreira Lobo.
Recentemente interpretou o papel de Tulipa na Ópera O Rapaz de Bronze de Nuno Côrte-Real, em estreia mundial na Casa da Música, sob a direcção da Maestro Christoph König. Cantou El Amor Brujo de Falla com aas Orquestras da Madeira e Nacional do Porto, e Rapsódia para Contralto de Brahms com a Orquestra das Beiras.
Gravou diversas canções inéditas de Luís de Freitas Branco com o pianista Francisco Sassetti para a RDP. Trabalha regularmente com o pianista Jaime Mota, com quem gravou dois CD´s dedicados a compositores do Porto do séc.XX – sob patrocínio da Porto 2001 – e a canções sobre poemas de Florbela Espanca" – encomenda da Câmara Municipal de Matosinhos.
Participou em inúmeros concertos e recitais em Portugal, França, Inglaterra, Bélgica e Brasil.

Bilhetes: € 6,00
Local de venda: Casa da Música

Organização: OASRN com Manuel Dias da Fonseca
Parceiro: Casa da Música
Patrocínio: mds – Correctores de Seguros e Gestão de Riscos

Imagem: Cartão de boas-festas de Lopes-Graça enviado à Família Losa no Natal de 1964 © DR





Novo Mapa!
Mapa Agostinho Ricca


Mapas de Arquitectura

co-edições OASRN

em trânsito
Ciclo de conferências

Pelouro da Cultura

Arquivo
Eventos realizados
Edições
Co-organizações
Apoios Institucionais


Vídeos online
Discursos (Re)visitados - Ciclo de Vídeo







Contactos:
Secção Regional Norte
Rua Álvares Cabral, 144
4050-040 PORTO
TEL. 222 074 251
cultura@oasrn.org