OASRN



 

Jamie Fobert
04 Junho 2007

Jamie Fobert apresenta mais uma conferência do ciclo “em trânsito” que terá lugar no próximo dia 4 de Junho, Segunda-feira, às 21h30, na Casa da Música – Terraço. Com entrada livre, a conferência será em inglês, sem tradução. É obrigatório o levantamento de ingressos na bilheteira da Casa da Música, disponíveis no próprio dia da conferência.



Jamie Fobert Architects

Jamie Fobert nasceu no Canadá e estudou na Universidade de Toronto, antes de vir para Londres trabalhar com David Chipperfield. Nove anos depois, em Julho de 1996, tinha início o atelier Jamie Fobert Architects. Com edifícios construídos numa variedade de locais, incluindo o Reino Unido, França, Alemanha, EUA e Trindade e Tobago, o trabalho de Jamie Fobert tem mantido uma pequena escala da encomenda e do atelier, e demonstrado uma abordagem consistente na concretização dos programas propostos e na resolução das complexidades dos lugares, numa arquitectura táctil de volume, matéria e luz.
Jamie Fobert tem ensinado em diversas escolas de arquitectura no Reino Unido e na Europa. De 2000 a 2002, leccionou a cadeira de projecto na Architectural Association em Londres. A atenção sobre o seu trabalho surgiu com o projecto da Casa Anderson, em 2003, que mereceu a atribuição dos prestigiados prémios RIBA “Manser Medal” para a melhor ‘Casa’ do Reino Unido; o Prémio RIBA & English Heritage “para edifícios em contexto histórico”; e foi um dos doze finalistas para o Stirling Prize, desse ano. Já em 2006, o atelier recebeu o Next Generation Award. Esta casa, em grande parte fruto da necessidade, é virada para o interior e contemplativa, tirando partido da sua ‘interioridade’ para criar efeitos perspécticos de vistas e de iluminação, explorando as qualidades plásticas do betão.

Quando fizemos a casa para o fotógrafo Nick Knight em 1989 (no David Chipperfield), ele costumava referir as janelas que iluminam os quartos em termos da ‘abertura’. Esta era uma relação com a fotografia, com a câmara – que em italiano significa quarto, naturalmente. As aberturas estão sempre a trabalhar de modos diferentes, e com efeitos diferentes.
Jamie Fobert Architects têm previsto para o início deste verão a conclusão da obra para a pastelaria Konditor & Cook, em Londres, e estão empenhados nas suas duas primeiras encomendas públicas: a extensão da Kettle’s Yard Gallery em Cambridge, e a extensão da Tate Gallery em St. Ives. Percorrendo as estantes do seu atelier, é evidente que as suas referências focam-se mais no mundo da arte do que na arquitectura. A obra do escultor basco Chillida é uma das obsessões quase permanentes no seu trabalho. É como se Fobert se virasse para Chillida num processo de dar forma que é altamente arquitectónico, mas que não está minimamente interessado no rigor da estrutura, e antes em escavar volumes a partir da massa.

É notório na casa Anderson que há uma clara artisticidade envolvida. O seu trabalho é equilibrado, culto e parece conduzi-lo a um ponto em que se pode tornar um dos jovens arquitectos mais importantes do Reino Unido.*

* excertos de Icon

Mais informações em www.jamiefobertarchitects.com


Imagem| R2Design

Contactos:
OA-SRN
Pelouro da Cultura
Ana Maio e Carolina Medeiros
Rua D. Hugo, 5-7
4050-305 Porto - Portugal
T.: 222 074 250 | F.: 222 074 259 | cultura@oasrn.org






15.Dezembro.2017
Jantar de Natal OASRN

Candidaturas abertas!
Prémio Fernando Távora - 13ª edição

22 de Maio a 15 de Dezembro'17
Desenhar por palavras


Mapas de Arquitectura

co-edições OASRN

em trânsito
Ciclo de conferências

Pelouro da Cultura

Arquivo
Eventos realizados
Edições
Co-organizações
Apoios Institucionais


Vídeos online
Discursos (Re)visitados - Ciclo de Vídeo

Revistas Wonderland
disponíveis para venda na Sede da OASRN




Contactos:
Secção Regional Norte
Rua Álvares Cabral, 144
4050-040 PORTO
TEL. 222 074 251
cultura@oasrn.org