OASRN



013

DOIS ARQUITECTOS E UMA REFLEXÃO
TEOTÓNIO SANTOS, Núcleo de Braga

18.JUN.2002
 

No próximo mês de Julho teremos dois colegas em outras tantas “Conversas de Arquitectos”.
No dia 5 o colega Mário Abreu exporá parte da sua obra realizada no distrito de Braga, e que representa o resultado do trabalho de um escritório com obra consolidada. Mário Abreu esteve desde o início ligado à criação do núcleo de Braga da então Associação de Arquitectos, tendo sempre estado disponível com a logística do seu gabinete e a sua participação, no debate sobre a prática da profissão no distrito.
Igualmente disponível se mostrou o Arquitecto Victor Figueiredo que se prontificou a vir a Braga no dia 12 “tertúliar” sobre arquitectura, o que muito nos honra e enriquece dada o seu reconhecido valor. Ambas “Conversas” terão lugar pelas 21.30 horas no auditório da Escola Profissional de Braga.
Sobre as palestras já efectuadas e sobre disponibilidade podemos, em jeito de ponto de situação, reflectir no seguinte:

1. A afluência média às palestras andará por cerca de 50 pessoas por sessão, sendo que nem todos os presentes serão arquitectos.
2. O distrito de Braga tem 485 arquitectos inscritos na Ordem que recebem a divulgação destes eventos.
3. Deduzindo os não arquitectos que regularmente comparecem, o impacto destas iniciativas atingem menos de 10% dos arquitectos do distrito.
4. Achamos que a participação dos arquitectos, e dos cidadãos em geral, em iniciativas que promovam a reflexão sobre a transformação do quotidiano edificado é importante. Não é contudo obrigatório, nem tão pouco consensual o resultado dessa reflexão. Temos por convicção que não é o nosso desejo encontrar um diapasão que nos afine a todos, mas esta é a nossa música, e esta a sanfona que vamos continuar a tocar.




 
 



  A FORMA ÉTICA DA ARQUITECTURA
TEOTÓNIO SANTOS, Núcleo Braga





No existem textos relacionados.